Quem escolhemos ser?

Quem eu seria? Onde eu estaria? Se eu não tivesse estudado onde estudei, se eu não tivesse amado quem amei, encontrado quem encontrei, se eu não tivesse feito as escolhas que eu fiz, me pego pensando, em verdadeiros devaneios. Como minha vida seria, talvez fosse completamente diferente, quem sabe mãe de dois filhos, casada, indo a igreja todo final de semana e morando na minha casa própria no interior ou quem sabe uma mulher livre, vegetariana, que não quer um relacionamento sério com ninguém e quem dirá filhos, fazendo um longo intercambio no Canada, sem data pra voltar. 

Ou será que o famoso “destino” daria um jeito de tudo acontecer como aconteceu, pelo simples motivo de que era pra ser? 

Eu realmente não sei. Me pego com o pensamento longe pensando em todas as minhas possibilidades e probabilidades, em todas as linhas do tempo que talvez eu possa existir, qual delas eu realmente quero ser? E você, qual versão sua você quer ser? Ou melhor, qual você escolhe ser?



0 Comments