A minha vida toda eu criei expectativas. Tudo que saia fora do que eu esperava e criava pra mim mesma me magoava muito. Eu culpei muito as pessoas por isso, e até hoje culpo, não posso mentir, é um trabalho diário. Por algo que só diz a respeito de mim mesma, a culpa não é e nunca foi de ninguém. E sim minha. Eu sou responsável pelas expectativas que crio sobre os outros. Talvez seja por eu sou muito ansiosa, tipo, extremamente ansiosa, e não aguento esperar nada, quero sempre saber e entender como vai ser antes mesmo de ser, dá pra entender né? E a verdade é que isso acaba conosco. E é algo que depois de fazer algumas vezes, você não vai parar fácil, é viciante. Colocar toda a responsabilidade de tudo na mãos das pessoas pode parecer muito tentador.

Em um relacionamento por exemplo, não sei dizer quantas vezes uma colega me disse horrores da pessoa que estava se relacionando, como se todos os problemas que ela tinha fosse a culpa do dito cujo, mas não é sempre assim. Sabemos sim que há pessoas horríveis por ai, e que são abusivas. Mas as vezes, nós somos essa pessoa. Mas ninguém quer ver, é sempre mais fácil e prazeroso colocar a culpa do mundo em cima de outra pessoa. E depois de muita conversa pra tentar entender tudo que aconteceu, muitas dessas amigas me falavam coisas que era obvio que ela criou muita expectativa no parceiro, e o coitado não soube corresponder. O que alias, ninguém é obrigado a corresponder nossas expectativas.

Como eu disse, eu mesma já fiz isso muitas vezes, praticamente a vida toda. E não falo apenas de relacionamento, mas de tudo. Amigos, família, tudo. Eu não percebia no momento, mas eu sempre quis que tudo fosse do meu jeito, bem mimada mesmo. Mas não é assim que a vida funciona. Se eu pudesse voltar atrás eu voltaria e só viveria, sem colocar expectativas em nada, não ficaria culpando ninguém por algo que eu criei na minha cabeça, eu só iria realmente curtir a minha vida, os momentos que eu perdi, por não ter visto isso antes. 

Mas hoje, eu me proponho a ser diferente. A fazer diferente. Não criarei mais expectativas. Assim também, como não quero que criem sobre mim. Acho que não tem nada melhor nessa vida do que só deixar os mementos acontecerem, e os curtir como se sempre fosse uma surpresa.


Fotografia unsplash