Porque eu não vou fazer mais dieta

12 de setembro de 2017

Resultado de imagem para alimentação consciente
Imagem via eu sem fronteiras
Eu me decidi que não vou fazer mais dietas, e a gente precisa conversar sobre isso. Desde os meus 10 anos de idade eu vivo em função de emagrecer e de ter o corpo perfeito. Eu deixei de ir em festas por causa do meu corpo, eu deixei de me relacionar por causa do meu corpo, eu deixei de me alimentar por causa do meu corpo. A Ditadura da beleza foi me destruindo aos poucos.

Quando eu tinha 10 anos eu não era uma menina gorda, mas já odiava meu corpo, e em função de odiar o meu corpo e querer ser cada vez melhor, cada vez mais eu engordava. Sabe porque? Porque dietas são restritivas, se eu for listar aqui todas as dietas que eu já fiz na minha vida com certeza não vai caber somente nessa postagem, são muitas, dentre elas as mais famosas: Dietas dos grupos ana & mia: Dieta do ABC, Dieta Perdida, Dieta do Limão, Dieta da Boneca. Dieta Dukan, Low Carb, Dieta da Sopa, Dieta do leite de soja, sim, eu fiz uma dieta que só tomava leite de soja por inúmeros dias, e foi nessa dieta que eu mais passei mal. Tudo bem, foram várias dietas restritivas para emagrecer e eu ter o corpo que diziam que era o corpo certo, o famoso padrão corporal que a mídia e a sociedade nos bombardeiam o tempo todo. Eu não posso ser moralista e falar que nenhuma dessas dietas não emagrecem, porque sim, elas emagrecem, e sim, em algumas delas os resultados são imediatos, mas depois, terá o famoso efeito rebote, o efeito sanfona e etc, você emagrece e engorda, emagrece e engorda, e não vale a pena. 
Foram fazendo essas dietas que eu cheguei na obesidade, e passei a odiar o meu corpo cada vez mais. Se eu não tivesse crescido com a pressão estética, fazendo dieta desde tão nova e consequentemente tendo compulsões alimentares, hoje meu corpo seria completamente diferente.

Em todos os esses anos de dieta eu tive compulsão alimentar, e até cheguei a ser diagnosticada por um psiquiatra, e acabei sendo medicada pelo mesmo. Compulsão alimentar é uma doença que a maioria das pessoas que fazem dietas restritivas vão ter, e por isso não vão conseguir alcançar em paz as suas metas. 
Todas as vezes que eu tive episódios de compulsão eu me culpava extremamente, era como se eu fosse incapaz de fazer qualquer coisa na minha vida, eu sentia que eu não era forte o suficiente, que eu não tinha força de vontade o suficiente. 

Foi ai que eu comecei a entender que não era culpa minha, que restrição alimentar gera compulsão alimentar, eu entendi que eu não deveria colocar o meu corpo em estado de privação, que eu deveria ter uma alimentação consciente e antes de mais nada passar pelo processo de aceitação e amor próprio. Comecei a entender que a minha forma de ver e lidar com a comida deveria mudar, e foi ai que eu percebi que quando estou equilibrada eu não tenho episódios de compulsão, quando me encontro em desiquilíbrio é completamente diferente, eu acabo tendo muito mais compulsões e tenho vontade de devorar tudo que eu vejo pela minha frente, e eu não fico nenhum pouco feliz comendo quando estou em compulsão, eu não sinto o gosto da comida, eu me apavoro, me sinto a pior pessoa do mundo e eu tenho vergonha de mim mesma. Então eu me decidi eu não vou fazer mais dieta, eu não vou mais contar as calorias, eu não vou mais restringir alimentos, eu não quero pensar na comida como o fator principal da minha vida, apesar dela ser de extrema importância, mas é apenas algo do meu dia a dia, não pode ser tudo. Eu escolhi me alimentar conscientemente, comer o que eu tenho vontade, mas sobre tudo comer o que faz bem para o meu corpo, fazer o possível pra me manter em equilíbrio e me conectar comigo mesma.  Eu quero sim emagrecer, mas eu não quero emagrecer de uma forma desesperada, ter isso como a realização da minha vida, e sim como a consequência de me alimentar bem. Não emagreça por estética, emagreça por saúde.

Toda vez que você tenta fazer uma dieta e não conseguir, a culpa não é sua, é somente o teu corpo respondendo. Não tem a ver com falta de vontade ou indisciplina. 

Um comentário

  1. Eu adorei esse post. Eu nunca fiz nenhuma dieta maluca, mas nos ultimos meses senti necessidade de reeducar minha alimentação e é isso que estou fazendo. Ainda como de tudo, porém, não como mais só por mero desejo, me controlo mais na questão de não comer por pura vontade e busco comer mais alimentos saudáveis e emagrecer foi só uma consequência.
    A gente tem que se amar a cima de tudo, cuidar da nossa saúde, a aparência do nosso corpo não deve ser prioridade, desde que estejamos felizes e saudáveis.
    Te desejo muita alegria na sua vida <3

    Carol Justo | Pink is not Rose

    ResponderExcluir

© Mundo de Fany . Design by Fearne.