Um corpo é só um corpo

28 de agosto de 2017

Pensa em uma mulher dentro do padrão de beleza imposto pela mídia e pela sociedade. Então, eu nunca fui e nunca vou ser como essa mulher e eu ainda não consegui aceitar completamente esse fato. Aliás, muitas mulheres ainda também não conseguiram... não aceitam o simples fato de serem diferentes, de serem únicas. A sociedade diz tanto que devemos fazer parte de um padrão de beleza que na verdade é incansável... Já percebeu que é raro ouvirmos essas mesmas pessoas impor empoderamento, a força para as mulheres e incentivando nadar contra a maré de manequins 38? De fato, a sociedade é tão louca e tão vazia que não se importa se somos mulheres vazias e mal amadas por nós mesmas, fazendo parte do padrão de beleza, está tudo bem. Mas já chega! Eu não quero mais ser essa mulher, eu não quero mais estar dentro dos padrões de beleza da sociedade, eu não quero ser perfeita! Eu só quero ser mulher, com todos os meus defeitos, quilos a mais, manchas, cabelo com pontas duplas, celulite, estrias entre outras perfeitas imperfeições. Depois de sofrer tanto com a ditadura da beleza, tentando ser o que eu nunca seria, hoje eu só quero ser eu mesma, eu não quero mais ser como a modelo da capa da revista, como a blogueira fitness, eu não quero ser como a atriz da globo, eu só quero ser eu mesma, sem medo, sem cobrança, aceitando tudo em mim, enxergando que eu sou linda da minha forma e todas as outras mulheres também, e que a beleza de uma outra mulher não significa a ausência da minha. Eu estou aprendendo a não querer ser somente uma mulher bonita, mas antes de mais nada ser uma mulher inteligente, forte, empoderada, que tem amor próprio e que não precisa mais se encaixar para se aceitar, para se amar. Comece uma revolução, comece a se amar.

13 comentários

  1. Você é maravilhosa, a sociedade é podre, eu nunca vou entender essas coisas que nós mulheres nos obigamos a passar pra representar uma beleza universal! Somos lindas do nosso jeito, ninguém pode definir o que é belo apenas por um padrão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos lindas exatamente do jeito que somos <3
      Obrigada pelo carinho lindeza!

      Excluir
  2. Sua linda,amei o texto! Sê quem tu és acima de tudo, sê original e inspiradora, não te deixes ir abaixo por esta sociedade que quer ter tudo igual a eles próprios. Somos únicos e devemos aproveitar isto da melhor maneira possível <3
    Muitos Beijinhos,
    The Dreamer Girl

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas lindas palavras <3
      Você também é linda Bea, beijinhos

      Excluir
  3. Eu antes era assim, queria ser uma mulher igual ao que apresentam, sem nenhum defeito. Mas hoje eu penso diferente, acredito que devemos ser como sempre fomos, ter a nossa essência, saber que estamos lindas por dentro e por fora. <3

    ResponderExcluir
  4. As pessoas sempre vão achar um defeito isso é inevitável até mesmo a modelo super famosa já ouviu zombarias sobre sua magreza ou pernas finas...eu cansei também de querer agradar outras pessoas no final saímos magoados e nunca iremos agradar 100% ninguém...a única que busco agradar e nem sempre consigo rs sou eu mesma...obrigada por esse post bjs

    ResponderExcluir
  5. Lindo texto! Me fez lembrar da minha adolescência um pouco sofrida por não ser feminina, por vestir o meu estilo, até alvo de descriminação eu fui. E isso só me fez fortalecer e querer ser diferente da maioria com mentes pequenas. E hoje (10 anos depois) as pessoas aceitam com aquela falsidade, mas devemos continuar a sermos o que queremos e não o que a mídia nos impõem e que levam a massa a loucura, pois no fim, o único objetivo deles, é o lucro! E qual o resultado para a sociedade? Depressão, suicídio, anorexia, bulimia, entre tantas outras doenças do século. Parabéns pelo post!

    Flavi Gonçalves - flavig.com

    ResponderExcluir
  6. Oi flor, tudo bem? Uma reflexão bem interessante. Acredito que as pessoas devem se amar do jeito que a deixa feliz. Independente do que a sociedade impõe. Se você é feliz gordinha ok! Se você é feliz magra ok também. Quem sabe sobre seu corpo, suas necessidades, e suas realizações como ser humano é você mesma. Eu por exemplo fiquei gordinha por um tempo cheguei a pesar 85kg, nada me servia, sentia falta de ar, e ficava triste quando me olhava no espelho. Até que decidi fazer dieta, melhorar minha saúde e hoje voltei ao 50kg. Mas isso foi uma iniciativa minha, porque EU não estava bem comigo. As pessoas são livres mesmo com a mídia dizendo o contrário. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  7. Tem que ser feliz, não "apesar" do corpo que se tem, mas "com" o corpo que se tem.

    Se quiser participar e/ou divulgar, separei um presentinho ara uma leitora lá no blog: https://oblogdafenixx.blogspot.com.br/2017/08/sorteando-blog-esta-de-volta.html

    ResponderExcluir
  8. Disse tudo flor! Eu também possuía muitas medos e incertezas em relação ao meu corpo e ao meu peso, sofri muitos outros preconceitos que por muito tempo me impossibilitaram de me aceitar da forma que sou, mas hoje sou muito feliz e empoderada. A melhor forma de viver é ser feliz consigo mesma, acredito muito nisso <3

    www.aromadecachos.com.br

    ResponderExcluir
  9. Isso mesmo, se ame. Texto super inspirador. Dou muito graças a deus por nunca ter ligado pra opiniões (tanto pessoas como mídia), acho que por isso sou muito de boa com meu próprio corpo e corpos em geral, e eu era um esqueleto desengonçado quando criança. Hoje tenho umas gordurinhas e ainda me amo muito.

    ResponderExcluir
  10. Eu amei seu texto, mana arrasou. SEJA SEMPRE VOCÊ. Ame a si mesmo, eu também estou cansada do povo querer que a gente entre nesse padrão, eu só quero ser eu como eu sou, o que importa é o amor próprio. <3

    ResponderExcluir
  11. Amei o texto gente <3 me identifiquei muito, ainda não aceitei bem ainda isso mas estou no processo sabe e estou bem mais feliz que antes, quando tentava a qualquer custo ser o que se mostra na mídia.
    Agenda Aleatória

    ResponderExcluir

© Mundo de Fany . Design by Fearne.