Desculpe o transtorno! Preciso falar sobre o amor.

21 de setembro de 2016

Não há como deixar passar esse sentimento no qual a geração atual trata como problema. Com isso, influenciando outras pessoas e as demais conhecidas a torna-lo um"risco de sofrimento". Para piorar, perdem oportunidades de conhecer, possivelmente, a mulher da sua vida que pode ser aquela com cabelo desarrumado e ouvindo música às 7 horas da manhã na sala de aula ou esbarrou em você na parada de ônibus mais próxima de casa. Como prova disso, acredito ter perdido a minha chance. 

Se eu lembro do ano, acho que era 2012. Era um adolescente tímido, muito envergonhado por ter uma cabeça grande e me achar bastante feio, além de não saber chegar nas pessoas. Naquela época, a minha paixão era voleibol. Não largava da televisão para assistir um jogo de Superliga ou Liga Mundial. Não importava! Só queria ver o vôlei brasileiro em ação. Portanto, busquei jogar isso para me motivar mais. A partir disso, o mesmo adolescente não sonhava como a vida iria mudar por conta de uma pessoa. É como a pessoa se materializasse dos seus próprios sonhos e ganhasse forma. Enfim, ganhou mesmo. Uma adolescente de cabelos longos, também apaixonada por vôlei estava ali se divertindo, pois jogara a mais tempo da mesma forma que treinava para ser a melhor.  
Como eu iria chegar numa garota tão linda?! Olhos esverdeados como esmeraldas e um sorriso que desmonta até o mais desacreditado no amor. O voleibol foi realmente nos aproximando, não posso negar Parecendo um elo de ligação entre a realidade e a felicidade na qual estava por vir. Eu não sabia, ainda... E a mágica foi acontecendo. Final de 2012 para início de 2013 foi onde eu senti que poderia ser ela. Não é porque encontrei a literatura, começando por Fanfic. Foi além. As palavras, os cuidados e os jeitos não eram vazios e jogados ao ventos juntamente das escritas via internet. A própria palavra me fez acreditar que uma adolescente tão linda existisse. Tão doce, muito simples. É assim que me encontrei em Brenda Dias. 
Mas o adolescente desajeitado encontrou o maior furacão de sua vida. Tantos problemas pessoais, pensamentos autodestrutivos e quem estava colorindo onde ganhava coloração de tristeza? Em 2013, uma música foi apresentada pela mesma Brenda e acabei reconhecendo uma frase só nesse ano de 2016. Tempos distantes, né? Mas foi em 2013 que conheci Nando Reis e a música De Janeiro a Janeiro. E um trecho acabou ganhando vida em minha própria vida.
Eu te amarei de Janeiro a Janeiro, até o mundo acabar.
Pulando para 2016, onde em 2013 não tinha coragem de tomar uma atitude no qual poderia ser decisivo para minha felicidade teoricamente, tudo mudou. Concluo o ensino médio e as vidas vão para caminhos opostos totalmente mostrado por Drummond. Mas não foi motivo para se afastar e acabamos nos unindo mais. Até que no meio desse ano, fui assistir Me Before You ao lado da mesma Brenda. E senti o que era mais bonito: amor. Mostrado além das telas por Will e Louise, era algo que ganhou vida desde a adolescência. Ele é paciente, cuidadoso e companheiro. Nunca te deixa na mão e te surpreende quando mais precisa. Sem julgamentos, problematizações. Estará lhe fazendo feliz como só imaginas em sonhos ou vídeos de casais se encontrando no YouTube. Receber cafuné por uma mão que sonhava segurar apaixonado anos atrás, cuidava de mim em uma sessão de cinema.
Quem planta amor, colhe amor e distribuir amar. É assim que superei o medo de "errar": Amando. Amar o próximo sem temer as consequências, pois só há ganhos com a pureza do mundo. Praticando isso indiretamente, encontro Ruama de Souza do Rio de Janeiro na qual considero melhor amiga sem vergonha nenhuma, mesmo sendo amizade virtual. O amor é tão forte e predominante no meu dia a dia que leria vinte vezes seguidas o que a mesma me considera, sabendo que iria sorrir no final.
Mesmo querendo ser a pessoa pra dar o nome como em 5 a Seco, o amor torna o dia a dia prazeroso e a conquista vira um mero coadjuvante quando ser feliz é o clímax da vida.

39 comentários

  1. Que texto lindo! Quando menos esperamos aparece alguém que muda nossa vida né? Também aconteceu comigo xD

    Beijoos
    Yanna Karim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um fato! Essa pessoa era a badalada da escola e, atualmente, está comigo numa longa amizade de 4 anos. A vida da um jeito de surpreender.
      Beijão Yanna

      Excluir
  2. Impossível não se identificar caso você já tenha amado, ou está amando. Conheci meu amor há 6 anos, e desde que demos uma chance um ao outro, superamos tantas lutas quanto nos redescobrimos um no outro, não há satisfação maior do que ser amado e amar de volta. Texto lindo, sensível e sincero!

    Blog Insaturada
    Facebook
    Instagram do blog
    Instagram Pessoal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que orgulho! Teve um final feliz. É assim mesmo, viu? Medo todos nós temos, mas a coragem de lutar pelo que ama deve prevalecer. E isso tornou-o possível. Felicidades Allana! E obrigado pelos elogios incríveis.

      Excluir
  3. O amor e suas reviravoltas..... já passei por algo parecido. Acho que todos nós temos algo para relembrar em relação ao amor.
    Ótimo texto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não há como negar que o amor é o sentimento mais puro e imprevisível. Só queremos fazer o próximo feliz seja nas brincadeiras, cafunés, filmes a dois, encontros, show e por aí vai. E a pessoa? Sempre vem por acaso!
      Obrigado pelo elogio, de coração!

      Excluir
  4. Gente que texto Mara, já vou colocar no links da semana !

    www.sindromedoluxo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, de coração! É gratificante compartilhar essa experiência de vida no qual causa essa reflexão, comoção e identificação Obrigado pela honra Ana!

      Excluir
  5. Amar o próximo sem temer as consequências!!! Simplesmente perfeito o texto. Parabéns!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como eu li uma vez: Ame primeiro, diga depois.
      Obrigado pelo elogio!

      Excluir
  6. Muito profundo e lindo seu texto Fany, o amor é lindo de todas as maneiras. E vc citou várias coisas das quais concordo completamente, como o trecho onde diz que quem planta amor colhe amor. Parabéns!

    Beijos
    Fran
    Achei e Rabisquei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fran, só farei uma correção e uma adição ao comentário. Foi eu quem escrevi, mas sem a Fany não seria nada. Ela quem me abriu as portas para retomar o que mais amo: Escrever. Além disso, me ajuda na construção dos posts seja com imagens ou em ideias.
      E ao comentário sobre o texto, fico extremamente feliz que tenha causado essa identificação. Tudo é questão de aceitar o sentimento fluir em nossas vidas.
      Beijos!

      Excluir
  7. Falar de amor acho até fácil, a maioria fala. Agora na prática, poucos são os que realmente praticam. Tens razão, vivemos tempos em que são muitos os que forjem do amor.

    Joene Acostt
    www.entaoeisso.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A sensação de estar sendo feliz, mesmo que em pouco tempo ou para sempre, é algo que só o amor consegue criar. Tempos complicados, hein?!

      Excluir
  8. As pessoas dizem não acreditar mais no amor, mas é por histórias como essas que eu ainda acredito. Posso ainda não ter vivido, mas ver outras pessoas vivendo mantém firme minha esperança. Parabéns, Bruno!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico até emocionado lendo algo dessa importância! Não podemos deixar essa chance escapar mesmo dando errado. É preciso amar sem temer o que virá, pois a experiência já será garantida como prazerosa. Digo por experiência própria Ana Paula, ela causou esse amor na minha vida que nem percebi. E quando percebi, já vivi eternos momentos maravilhosos ao lado dela!
      Obrigado pelo carinho, do fundo de meu coração.

      Excluir
  9. Oi Bruno! Seu texto ficou lindo, lindo! As vezes eu paro e penso como hoje em dia ninguém mais dá valor algum pra amores, na verdade, a maioria das pessoas que eu conheço acham cafona e sem graça ter um amorzíneo só, mas eu não, me identifiquei muito com o texto, principalmente com a parte "possivelmente, a mulher da sua vida que pode ser aquela com cabelo desarrumado e ouvindo música às 7 horas da manhã na sala de aula", porque foi assim que meu namorido me achou, à 5 anos atrás!

    Parabéns pelo texto, peixinhos!
    talodemaca.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu demorei muito a aceitar essa chance de me apaixonar por medo de quem fui ou era e sofrer uma rejeição. E a pessoa pode estar em qualquer lugar. Incrível, né? Felicidades para ti e obrigado pelos elogios!

      Excluir
  10. Acredita que eu tinha salvo esse post no meu Feedly pra ler? Adorei.. tantos detalhes e sentimentos. Impossivel nao se identificar. Amei. Beijos

    http://www.verdadeescrita.com/amiga-da-vida/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que lindo da sua parte Rebeca! Muito obrigado, de verdade.
      Beijão

      Excluir
  11. Sem palavras pra esse texto, ficou simplesmente incrível! Me indentifiquei tanto que nem imagina rsrs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muitíssimo obrigado pelo elogio! Uma das principais ideias era causar essa identificação mesmo. O amor existe e resiste, só que precisa de toda a aceitação sem medo.

      Excluir
  12. Lindo o texto. Me fez lembrar de muitas coisas, vários momentos. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que sejam momentos felizes, hein?! Nada de tristeza. Haha
      Obrigado pelo carinho e beijos mil!

      Excluir
  13. Me emocionei muito com o texto, as vezes achamos que não estamos dentro de alguns padrões, mas ai vem a vida e te mostra o quando somos especiais! E quando se é especial a dois tudo vai vem, que celebração linda de amor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pelo carinho Alana!
      A vida é uma caixinha de surpresas, disso posso garanti-la.

      Excluir
  14. Muito bonito o texto. Hoje em dia está bem difícil ver pessoas falando sobre amor abertamente, ou amando de verdade. A palavra "eu te amo" fica tão batida as vezes.
    Beijos, www.blogjessribeiro.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jéss, hoje ele está muito contestado pois colocam a incerteza, a angústia e o medo pela possibilidade de não ser "a pessoa". Contudo, acabam esquecendo que podem perder uma experiência maravilhosa ou, até mesmo, a pessoa ser aquela a nossa espera.
      Obrigado pelo elogio! ♥

      Excluir
  15. eu tenho um amor que me arranca os sorrisos e a alegria ao acordar. Ele chegou há 6 anos para transformar minha vida e me mostrar o que é o amor. Tuas paalavras me emocionaram. Esse texto foi um presente! Obrigada ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kalyne, presente é ler tanta compreensão, identificação e carinho com o que escrevi. Muitíssimo obrigado e felicidades ao casa, hein?
      Beijos! ♥

      Excluir
  16. Oh my God ♥
    Que texto lindo!
    Sempre gosto de ler sobre as reviravoltas do amor. Esse tema me é bastante interessante, assim como sua história. Existem pessoas com quem sempre quis conversar e nunca o fiz. E há pessoas com quem eu gostaria muito de falar, enfim falei, e seria realmente melhor se não o tivesse feito (mas, talvez, eu me arrependeria de não ter falado com elas até hoje).
    O gostar/não gostar é estranho, né?

    Beijos,
    Flá Bergamin

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coragem Flá, coragem! Essas pessoas poderão render muitas histórias na sua vida como algumas renderam a ti. Haha.
      Muito obrigado pelo carinho. Beijos! ♥

      Excluir
  17. Bruno, que texto mais amor <3
    Amar é para os corajosos, ou você se entrega ao amor, ou vive pela metade. Beijos
    Charme-se

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No amor sempre tudo ou nada. Obrigado pelo elogio!
      Beijos. ♥

      Excluir
  18. Lindo seu texto, bem pessoal, eu concordo totalmente que as pessoas estão nessa onda de "não se apegue" e acabam se fechando afetivamente e pendendo a grande oportunidade de ser feliz no amor. Amei o post, beijos, Gi.
    Blog About Girls

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Algumas pessoas esqueceram o doce sabor do amor.
      Obrigado pelo elogio! ♥

      Excluir
  19. Oi Bruno, tudo bem? Que texto mais incrível. Cada parágrafo que li fui imaginando os momentos. Desenhando as situações na minha mente. Acredito que muitas vezes criamos um muro para que as pessoas não nos enxerguem como somos de verdade, e rezamos pra que alguém corajoso ultrapasse e nos conquiste. Porém, grande parte das pessoas passam a vida sem se arriscar, uma pena. Parabéns novamente pelo texto. Beijos, Érika *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem me conhece, para eu ter escrito isso é também como aceitação do que está acontecendo. Não irei perder um único minuto sem valorizar o que sinto por ela. Acima de todo medo, transmitir essa coragem de tentar é o mais importante. Nunca deixar de amar!
      Obrigado de verdade Érika! Beijos ♥

      Excluir
  20. Que texto lindo.
    Fui lendo e lembrando dos meus dilemas de adolescência em que eu não conseguia estar com alguém.
    E como as coisas foram ganhando rumos melhores.
    Beijos, Aline
    Verso Aleatório

    ResponderExcluir

© Mundo de Fany . Design by Fearne.