Tem dias que é complicado, não é mesmo? As vezes o nosso dia está tão ruim que a gente acha que só tem a piorar, parece que o mundo todo está conspirando contra você, bom, tenha uma ótima noticia: isso não é verdade, nós podemos sim fazer o nosso dia ser melhor com pequenas ações. Veja só algumas dicas para alegrar o seu dia em um dia ruim:

Passe o tempo com um/seu bichinho de estimaçãoAbrace um cachorrinho, brinque até falar chega com um gatinho. Dizem por ai que a presença dos animais e brincar com eles, dão a sensação de bem estar para o corpo, seu humor irá melhorar rapidamente, pode ter certeza. 

Assista pelo menos um episódio da sua série favoritaTodo mundo tem uma série favorita, não é mesmo? Aquela que chega aquecer o coração quando se está assistindo e te faz bem. Então faça isso, dê play e assista pelo menos um episódio, e quando menos esperar estará acabando a primeira temporada. 

Faça uma lista com motivos para ser grato - Temos inúmeros motivos para sermos gratos, se olharmos ao nosso redor já iremos nos deparar com vários. Mas não é novidade que as vezes nos esquecemos disso, então faça uma lista com todos os motivos que você se lembrar, pense bem, mas eu tenho certeza que não irá precisar se esforçar tanto para isso. 

Ligue para sua melhor amiga - Ou pelo menos mande uma mensagem no wpp. Mas não deixe de a procurar, afinal, é para isso que servem os amigos, para fazer você se sentir melhor  e ficar ao seu lado quando você se sente sozinho e também quando não se sentir bem. Mas tente conversar sobre algo que não te deixe pior. Marquem de se ver, quem sabe pegar um cinema. 

Ouça a sua melhor playlist - A mais animada e no último volume, por favor. Música tem o poder mágico de mudar o nosso humor automaticamente, selecione a sua melhor playlist, dê o play e bota esse esqueleto pra remexer!

Abrace alguém que você ame - Tem coisa mais acolhedora que um abraço de alguém que a gente ama? Acredito que não!  A gente se sente seguro e feliz, então abrace alguém, vale os seus pais, seus irmãos, a melhor amiga, e também o namorado. 

Dias tristes todos nós temos, só não podemos deixar com que eles nos consuma, então, faça sempre o que puder para melhorar o seu dia ruim, e fazer com que ele seja um dia incrível, muitas vezes, está em nossas mãos! Gostou das dicas? Conte para mim! Grande beijo.


Audrey Tautou é uma atriz francesa que ficou mundialmente conhecida por protagonizar o filme (Le fabuleux destin d'Amélie Poulain, 2001). Bom, eu sou muito suspeita para falar de Audrey Tautou, sou apaixonada por ela desde que a vi atuar pela primeira vez. Ela é uma atriz incrível, com uma atuação impecável. Vale muito a pena apreciar cada filme desta lista. 
 

A delicadeza do amor

Nathalie é jovem, bonita, tem um casamento perfeito e leva uma vida tranquila, com tudo no lugar. Contudo, quando seu marido vem a falecer após uma acidente, seu mundo vira de cabeça para baixo. Para superar os momentos tristes, ela decide focar no trabalho e deixa de lado seus sentimentos. Até o dia em que ela, sem mais nem menos, tasca um beijo em Markus, seu colega de trabalho e os dois acabam embarcando numa jornada emocional não programada, revelando uma série de questões até então despercebida por ambos, o que os leva a fugir para redescobrir o prazer de viver e entender melhor esse amor recém-descoberto.

A espuma dos dias

Colin é um homem rico e despreocupado, que nunca precisou trabalhar. Tímido, ele nunca teve muito sucesso com as mulheres, até ser apresentado a Chloé durante uma festa. Apesar de um primeiro encontro desastroso, os dois se apaixonam e se casam. O casal está sempre cercado pelos amigos Nicolas, um cozinheiro talentoso, o Chick, um intelectual pobre e fascinado pelo filósofo Jean Sol-Partre, e a extrovertida Alise. Tudo caminha bem, até o dia em que Chloé é diagnosticada com uma doença rara: ela tem uma flor de lótus crescendo dentro do seu pulmão. O caríssimo tratamento exige o uso de diversos medicamentos e a aplicação de centenas de flores, levando Colin à falência, e a amizade do grupo à crise.

Bem me quer, mal me quer

Angélique é uma artista plástica que desenvolve uma paixão desmedida pelo médico Loïc. A despeito de tudo o que seus amigos lhe dizem e de diversos acontecimentos que provam o contrário, Angélique persiste na ideia de que Loïc também a ama, transformando o que de início parecia ser um desencontro amoroso em uma perigosa obsessão.

Coco antes de Channel

Quando criança Gabrielle é deixada, junto com a irmã Adrienne, em um orfanato. Ao crescer ela divide seu tempo como cantora de cabaré e costureira, fazendo bainha nos fundos da alfaiataria de uma pequena cidade. Até que ela recebe o apoio de Étienne Balsan, que passa a ser seu protetor. Recusando-se a ser a esposa de alguém, até mesmo de seu amado Arthur Capel, ela revoluciona a moda ao passar a se vestir costumeiramente com as roupas de homem, abolindo os espartilhos e adereços exagerados típicos da época.

O Fabuloso destino de Amelie Poulain

Após deixar a vida de subúrbio que levava com a família, a inocente Amélie muda-se para o bairro parisiense de Montmartre, onde começa a trabalhar como garçonete. Certo dia encontra uma caixa escondida no banheiro de sua casa e, pensando que pertencesse ao antigo morador, decide procurá-lo ­ e é assim que encontra Dominique. Ao ver que ele chora de alegria ao reaver o seu objeto, a moça fica impressionada e adquire uma nova visão do mundo. Então, a partir de pequenos gestos, ela passa a ajudar as pessoas que a rodeiam, vendo nisto um novo sentido para sua existência. Contudo, ainda sente falta de um grande amor.



Espero que goste das indicações. São filmes franceses incríveis que vale a pena dar uma oportunidade a cada um deles. Já assistiu algum desta listinha? Conte para mim o que achou, irei adorar saber! Grande beijo.

Muitas vezes o amor me feriu. Mas o seu amor me cura, me revigora, me renova todos os dias. Os seus lábios são como um labirinto nos quais eu me perco e me encontro, o calor do seu corpo aquece a minha alma. Os seus braços é o meu lar, no seu abraço eu encontro paz, é onde quero ficar. A sua gargalhada é o meu som preferido. O seu sorriso é o retrato perfeito. Nunca imaginei que eu pudesse amar tanto alguém assim, nunca imaginei que o amor fosse tão puro e bonito. Sei que o mundo deu variadas voltas só para eu te encontrar, o nosso encontro é perfeito, é o encontro de almas. Quando eu falo de amor, eu falo de você, de nós, do nosso universo particular. Eu só te peço por favor, fica. Não vá embora, se tenho certeza de algo nesta vida, é que nascemos um para o outro, e iremos vencer qualquer obstáculo que houver, porque eu sei que é amor.


O seu amor me cura de qualquer ferida,
Obrigada.
O amor é lindo, todos sabemos disso. Mas a verdade precisa ser dita, e eu vou logo dizendo, se alguém te disse que a vida a dois seria fácil, mentiu pra você. Pois cada ser humano tem suas particularidades, não é mesmo? Sendo assim é muito comum termos problemas pontuais na conveniência diária com outras pessoas, principalmente se essa outra pessoa veio de uma outra cultura, com manias completamente diferentes das suas, assim como é comigo e com o Felipe. Sim, mesmo que não sejamos de países diferentes, e sim apenas de estados, eu aqui do estado de São Paulo e ele nasceu e morou a vida toda no Rio Grande do Sul, já é motivo para termos tantas manias e costumes diferentes. Mas sei que mesmo quem nasceu na mesma cidade muitas vezes passa pelo mesmo, pois cada em cada casa há uma família com suas particularidades e manias, e claro, isso tudo fica em nós e levamos para onde formos quando saímos de casa.
O inicio desta vida a dois é um pouco complicado, bom. Ao menos pra mim foi, pois tudo é muito diferente, como falei acima, cada um de nós tínhamos manias totalmente diferentes uma do outro, o que era muito importante pra mim não era para ele, e vice versa. E isso no inicio dessa nova fase vivendo a dois se torna algo bem difícil e desafiador. Por isso, a minha dica é: Releve algumas coisas nesta adaptação, não comece e nem deixe o outro começar discussões por nada, curta esse inicio de vida a dois, deem bastante risada de coisas bobas, das manias um dos outro, aceite o que for importante para o outro, entenda que o outro não é como você, ou seja, nem sempre ele tem a mesma percepção sobre algumas coisas como você tem.


Tomem decisões juntos. Se forem pintar as paredes, escolham as cores juntos, se forem ao mercado façam uma lista juntos, e por ai vai. Ao menos no inicio é muito importante para um conhecer um pouco melhor os gostos e decisões do outro. E claro, ambos querem participar dessa nova fase, das finanças, da casa em si. É sempre importante incluir um ao outro nessas questões.


Dividam tarefas de casa. Tem coisas que somos melhores fazendo, como por exemplo: Aqui em casa, eu sou melhor na louça, em cozinhar, lavando roupas. Então eu faço sem problemas, e ele fica com outros a fazeres, como: Fechar e levar o lixo, trocar a ração e água do nosso gatinho, varre o chão, e sempre tá me ajudando em outras tarefas da casa. A verdade é que não é nada legal ficar toda a tarefa da casa para um só, é muito importante dividir as tarefas, e um ajudar o outro sempre que pode. Afinal, a casa é dos dois, os dois precisam se ajudar.

Tome cuidado com a rotina. Acho que o maior e pior inimigo de uma vida a dois é a rotina. Não que ter uma rotina em si seja horrível, mas em um relacionamento mesmo que não seja morando junto, é sempre importante surpreender o outro, não deixar o romance cair na rotina. Faça sempre coisas diferente, vá a lugares diferentes, mude os móveis de lugar, e muito importante procure não deixar esses dias ruins que todos nós temos te transformar em uma pessoa chata e rabugenta, não desconte no outro as suas dores e tristezas. Pois isso pode ser fatal em uma convivência a dois.

  A vida a dois não é fácil. Mas isso não quer dizer que seja ruim, ao contrário, é ótimo ter sempre alguém por perto. Alguém cuidando de você, te ajudando no que você precisar, uma companhia para todas as horas, e acima de tudo, alguém que você tanto ama. Convivência em si não é fácil, independente com quem seja, pais, irmãos, sogros, primos, tios, avós, qualquer pessoa que a gente conviva dia após dia, é muito fácil termos algum tipo de problema com elas. Mas em um relacionamento o foco é suportar esses probleminhas de convivência e fazer a mesma ser a melhor e mais gostosa possível. Então, sempre que puder, surpreenda o seu parceiro, esteja presente não só de corpo, mas também de alma. Faça a diferença na vida dele(a) que eu tenho certeza que será incrível mesmo com todas as dificuldades!




Uma hora você precisa deixar ir. Deixar ir o que já foi há muito tempo. Deixar ir quem não se faz mais presente, quem não quer estar presente. Quem já não se lembra mais dos planos que fizeram juntos. Deixe ir amizades que já não acrescentam mais nada em sua vida, amores platônicos que já não são mais reais. Tudo na vida tem sua chegada e a sua partida, precisamos compreender isso para sofrermos menos. Deixa ir. Vai ser melhor assim, a vida fica mais leve. E quando você menos esperar, você nem se lembrará mais, não se importará mais com a ausência daquela pessoa que um dia foi tudo na sua vida, até mais do que você mesmo. É preciso se desprender das pessoas. Confesso que se apegar até certo ponto é realmente bom, mas também precisamos saber desapegar, se desapegar das pessoas que sabem se desapegar de nós tão facilmente que parece que nunca significamos nada a elas. De repente não dói mais, de repente tudo se torna memórias e grandes aprendizados. Existem pessoas que passam pela nossa vida para nos ensinar grandes coisas e depois, sua jornada em nossa vida chega ao fim, e tudo bem. Precisamos entender que a vida é como uma longa viagem de trem, cheia de embarques e desembarques. Não quer dizer que não haverá tristeza e lamentações nos desembarques, e sim que precisamos ser fortes e mesmo com a dor, deixar ir. Pois novos embarques virão. O melhor ainda está por vir.
"Depois de passar por um término devastador, a jornalista musical Jenny (Gina Rodriguez) resolve fazer uma longa viagem por Nova York com suas melhores amigas. Pretendendo fazer desta uma noite inesquecível, elas acabam aprendendo muito mais do que imaginavam e vivem alguns dos momentos mais importantes de suas vidas..."
Bom, esse filme é um tipico filme de fim de relacionamento e começo de uma nova vida. A história de Alguém especial gira em torno de três amigas: Jenny, Erin e Blair.

Jenny, a protagonista. É jornalista musical, ela conseguiu um emprego na revista Rolling Stone e para isso precisará se mudar de Nova York para San Francisco. Ela achou que seu relacionamento com Nate (seu namorado há nove anos) poderia dar certo a distancia, mas não foi bem assim, Nate resolve terminar com Jenny poucos dias antes da viagem.

Erin é aventureira e está sempre disposta e pronta a aceitar  experiências novas. Mas na verdade, ela está insegura de demonstrar o seu amor por outra mulher, depois de ter seu coração partido outras vezes.

Blair, é a mais certinha da turma (até certo ponto). Ela trabalha com este mundo de mídias sociais. Ela gosta de andar nos trilhos, de fazer a coisa certa. Tem um relacionamento com um cara que odeia e não sabe muito bem como terminar com esse relacionamento.

Após o termino de 9 anos de relacionamento com Nate. Jenny convida suas melhores amigas da faculdade: Erin e Blair para uma noitada em Nova York. Como uma despedida, já que partiria a pouco para San Francisco a poucos dias.

A atuação das atrizes foi relativamente boa. Considerando que conheço o trabalho da atriz principal a Jenny (Gina Rodriguez) e para mim é uma ótima atriz, e neste papel não foi diferente, foi ótimo. As outras atuações não posso falar muito sobre porque não as conheço muito bem. Mas é nítido o carisma delas pelos papeis que fizeram, toda a atuação em si do filme foi muito boa. 

O filme em si eu não achei grande coisa, confesso que esperava muito mais dele, talvez seja isso. Mas, não é um filme com grandes emoções. O filme todo gira em torno de bebedeiras, drogas, e coisas do tipo. Não é um filme que dê pra tirar algo de muito bom dele, como costumo gostar de assistir filmes que sempre tem algo a nos ensinar sabe? E por conta do tema, pensei que iria ter muito mais conteúdo em si, e não teve, ao menos pra mim. É realmente um filme para descontrair, assistir nas horas vagas. É um filme divertido. 

Acredito que a ideia do filme seja nos mostrar a amizade entre as mulheres e como em um momento de dor e mudanças como o que Jenny está passando, ter amigas por perto é tão importante. É um bom filme, vale a pena assistir, mas realmente é uma comédia romântica bem superficial que em alguns momentos a história não tem muito nexo.  Mas indico a assistirem! É um filme original netflix.

Após ser traída pelo namorado, a arquiteta Bea volta a morar com sua excêntrica família para tentar reavaliar a sua vida.
Gente que vai e volta é uma comédia romântica Espanhola que chegou a pouco tempo no catalogo da Netflix.  E claro, eu já logo fui colocando na lista e assistindo para vir contar para vocês o que achei desse filme. 

Bea tinha uma vida quase que perfeita, o seu relacionamento ia muito bem e ela tinha um ótimo trabalho em um escritório de arquitetura, até que seu namorado a trai e tudo desmorona e a sua vida fica completamente sem rumo. E então ela volta para a sua cidade natal, onde está toda a sua família: Mãe, irmãos, sobrinho. Lá ela passa a ver o mundo e a felicidade com outros olhos e quem sabe possa encontrar um novo amor.

A fotografia do filme é muito bonita, as paisagens são realmente muito lindas e encantadoras, chamam bastante a nossa atenção. As atuações são boas, mas infelizmente nada muito impressionante, mas foi bom. É que realmente com grandes atores como Clara Lago, Carmen Maura, esperamos um pouco mais. 



O filme em si é muito bom, vale a pena tirar um tempo para assistir, me lembra um pouco uma boa comédia romântica estilo sessão da tarde, sabe? O desenrolar do filme é perfeito, ele passa que você não percebe, não é nada cansativo de assistir, tudo acontece no tempo certo, o filme não tem enrolações. É um ótimo filme para assistir em uma tarde sossegada sozinha ou até mesmo com amigas ou o boy, comendo uma pipoquinha. E claro, ele está disponível na netflix. Gostou? Então não perca tempo, corre e já coloca na lista para não esquecer! Comente aqui o que achou da resenha e do filme, beijos e até logo.

As vezes é preciso dar um tempo. Um tempo para si mesmo, um tempo para repensar em todos os seus planos e aprender a priorizar o que realmente precisa de prioridade em nossa vida, e eu também estou falando de pessoas. Tem pessoas que nos sugam, sugam nossas energias de tal forma que as vezes a gente nem se reconhece mais. E é ai que precisamos nos distanciar desse tipo de pessoa, e eu não digo a vida toda, eu na verdade não acho que é a solução para a nossa vida nos afastarmos de tudo que é diferente de nós, pois precisamos sim saber lidar com as divergências, mas há uma enorme diferença entre alguém ser diferente de nós e nos fazer mal, precisamos aprender a entender. Não se culpe por dar um tempo, as vezes é tudo que precisamos, pra colocar as coisas no lugar, pra vida fazer um pouco mais de sentido. 

Leve a vida leve. O mais leve que puder. Elimine tudo que lhe faz mal, comidas, pessoas, lugares. As vezes a vida precisa de um detox, daqueles que desintoxica até a alma, que tira de nós tudo aquilo que já não nos faz mais tão bem e só deixa o que realmente nos traz paz, todos nós precisamos disso. Ora ou outra o caus do mundo nos deixa com os nervos à flor da pele, a maldade do mundo nos deixa sem esperança de um mundo melhor, isso tudo e mais um pouco nos consome cada vez mais e se a gente não mudar este estilo de vida que por muitas vezes culpa da rotina nos deixamos levar, a vida nos leva, nos leva para um caminho sem volta, decepção, depressão, sofrimento, e o resto prefiro nem comentar. 

Na vida há muitas coisas ruins, mas também há muitas coisas boas, tudo é a forma que nos enfrentamos as coisas. Há muitos motivos para lutar e ser melhor a cada amanhecer, então, lute. Leve a vida mais leve, se não ela vai te levar. 


A dor que você não vê, mas eu sinto. A doença da Lady Gaga. Essa é a fibromialgia, e com ela vem a incompreensão e a solidão.

Só quem tem essa doença e todos os sintomas sabe realmente como é viver desta forma, dores agudas e difusas em todo o corpo, espasmos musculares, formigamento e dormência em vários locais do corpo, coceiras no corpo todo, sensibilidade, rigidez. Fadiga, mal estar, tonturas, cansaço excessivo. Constipação, enjoos, diarreia e intestino preso. Enxaqueca, problemas com memória e esquecimento, ansiedade, depressão, insônia e/ou excesso de sono. E pode causar problemas e desconfortos oculares. Todos esses sintomas juntos, de uma só vez.


É tão triste e doloroso ver que as pessoas que amamos e que estão por perto duvidam, dizem que é exagero, que precisamos ser mais fortes, que queremos estar assim e chamar atenção. Toda essa incompreensão dói. Ajudar, estar do lado, ninguém se disponibiliza, nem que seja com a sua atenção e compreensão.


Essa doença leva o melhor da gente, nos transforma em alguém que jamais queríamos ser, você tem certeza que alguém que tem tantos sonhos iria querer ter a vida praticamente interrompida?! Não conseguir cuidar própria da casa, não conseguir se quer cozinhar a própria comida, não conseguir cumprir compromissos, não conseguir ser uma pessoa normal e saudável. Eu jamais desejaria isso! Dizem que a fibromialgia não mata, mas isso não é verdade, ela mata aos poucos, e infelizmente ninguém se importa, ao menos que sinta o mesmo..

“Para qualquer pessoa que não acredita em fibromialgia: eu te desafio a passar cinco minutos em meu corpo em um dia em que estou com dor e depois tentar dizer algo de novo” - LADY GAGA.